Meu vizinho Poe

Como qualquer pessoa normal que muda para uma nova vizinhança, passei os dois primeiros meses no prédio novo sem falar com praticamente ninguém, além dos protocolares “bons dias” de elevador. É um edifício silencioso e muito calmo, poucos entram, poucos saem, e o grupo de wathsapp dos moradores serve apenas para avisos de urgência relacionados […]

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo